O que David está lendo?


Olá amigos! 

Resolvi criar esta coluna que DIVERSOS blogs possuem. Nesta coluna o blogueiro mostra os livros que está lendo no momento. Sempre achei muito interessante esta coluna, uma forma de o blogueiro mostrar antes da resenha o que está sentindo da obra,  muitas vezes na parte que está na leitura não está gostando, ou gostando muito, mas no final tem outra visão. Quero deixar claro que isso não se trata de copiar qualquer blog! 

Por isso resolvi colocar essa coluna no blog, para eu mostrar o que estou lendo. Assim poderei compartilhar com vocês o que estou sentindo das minhas atuais leituras! 

No momento estou lendo três livros!


O ReinoO livro está tendo um desenvolvimento interessante, poderia estar bem melhor. Clive Cussler coloca MUITOS detalhes sobre os locais e acontecimentos do livro, sei que isso é preciso, mas no caso dele são MUITOS, MUITOS mesmo. Por causa disso a leitura está sendo um pouco cansativa, mas mesmo assim satisfatória. Os Fargos casal de personagens principais do livro são muito cativantes!! Estou no momento na página 271. Vamos ver o que acontece...


Sinopse
Em Spartan Gold e Lost Empire, Clive Cussler levou os leitores ao mundo do time do casal Sam e Remi Fargo, em que suas paixões e instinto para caçar tesouros trouxeram descobertas extraordinárias e jornadas perigosas. A próxima aventura do casal, no entanto, pode ser mais ainda aterrorizante. Os Fargos são especialistas em caçar tesouros e não pessoas. Mas, então, um barão do petróleo de Texas os procura com uma pedido pessoal: um investigador amigo dos Faros estava em uma missão para procurar o pai do barão, porém, agora ele também está sumido. Sam e Remi seriam capazes de procurar pelos dois? Apesar de não ter adicionado muita informação sobre o caso, Fargos concorda em começar a procura. O que eles encontrarem irá além do que eles imaginaram. Em uma viagem que os irá levar a Tibet, Nepal, Bulgária, Índia e China, os Fargos serão envolvidos com um mercado negro de fósseis, um baú centenário e o ancião do Reino Tibetano de Mustang, um dirigível do século anterior...


Estou lendo também um livro da Gisele Bizarra, autora parceira do blog. Já faz um tempinho que estou lendo este livro, estou demorando muito, por causa que não tenho ele em impresso apenas e-book, então sempre tenho que ler no computador e nunca consigo tempo. Mesmo assim até aonde consegui ler está valendo MUITO A PENA! A leitura está sendo cativante com personagens muito bem construídas e narrativa deliciosa. A mitologia que Gisele criou é incrível muito bem montada... Pretendo acabar o livro em breve para poder fazer resenha e contar mais para vocês, só preciso de tempo!! Estou na página 235.
Sinopse
A lenda do sol e da lua... Amantes separados para que o mundo fosse criado... Para Lena, nada é mais triste do que duas pessoas que se amam viverem a mesma situação contada nas histórias dos bardos, ainda mais quando uma delas é sua mãe. Para ajudar Astalirande e Jidea a viverem seu amor, Lena, juntamente com Joh e Yomiko, parte numa busca a fim de evitar que o mesmo aconteça dentro da Casa Anciã, moradia dos líderes do povo élfico. O destino do grupo é a Biblioteca dos Povos, local que reúne o conhecimento de todas as raças, mas, adentrando o reino dos humanos, um lugar completamente novo e cheio de mistérios para Lena, eles conhecem o mago Zak e descobrem que o que pode ajudá-los a unir Astalirande e Jidea também está sendo usado para trazer a destruição ao mundo: o Coração de Lua. Não havendo outra maneira, o grupo se envolve numa batalha que poderá decidir o destino do mundo de Kathros.


Comecei a ler hoje Til, de José de Alencar. Este é um dos livros que tenho que ler por causa do vestibular. Mesmo sendo um livro de leitura obrigatória para mim, está sendo incrível gosto muito deste período da literatura Brasileira chamado Romantismo. Toda a beleza que Alencar cria no livro em sua narração é genuína... Até agora como deu para perceber estou AMANDO... Até agora página 29 comecinho...



Sinopse
Segredos antigos, desencontros amorosos e renúncias estão presentes neste destacado romance regionalista, de 1872, em que Alencar documenta o cotidiano numa fazenda paulista do século XIX. Til é o apelido de Berta, a heroína capaz de imensos sacrifícios por um ideal.


Espero que tenham gostado na nova coluna no blog. Comentem bastante o que acharam...

Agora a minha pergunta é:  O que vocês estão lendo?

Até a próxima galera, abraços!
David.H.S

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha de filme: O labirinto do Fauno

Resenha de filme: Os Outros

Resenha de Filme: A mão que Balança o Berço