Resenha: Ouro, fogo e megabytes

Olá galerinha!


Ouro, fogo e megabytes é um livro que foi escrito por um autor nacional, que eu tive o grande prazer de conhecer. Estava no salão de livros quando entrei no stand da editora Gutemberg e me deparei com o livro, gostei muito da sinopse e da capa e quando fui pagar o livro adivinhem quem era que estava no balcão? O autor do livro!!! Pedi autógrafo, tirei foto, foi super legal. O autor é extremamente simpático. Agora nesta resenha irei falar um pouquinho sobre o livro! 















Eu e o autor no evento!! 




Ficha técnica do livro
Páginas:
288
Formato:
16 x 23
Acabamento:
brochura
Editora:
Editora Gutenberg
ISBN:
9788565383134
Código:
10829
Edição:
1





Sinopse:



Como esconder uma suspensão escolar dos pais, resgatar uma criatura mágica das garras de uma poderosa e mal-intencionada corporação e ainda por cima salvar o país de um desastre sem precedentes?
Anderson Coelho, um garoto nada extraordinário de 12 anos, divide sua vida entre a pacata realidade escolar e uma gloriosa rotina virtual repleta de aventuras em Battle of Asgorath, jogo de RPG online em que jogadores do mundo todo vivem num universo medieval, cheio de fantasia. Lá, Anderson – ou Shadow, nome de seu avatar – tem vida de estrela: é o segundo colocado do ranking mundial. E são justamente suas habilidades que chamam a atenção de uma misteriosa organização, que o escolhe para comandar uma missão surpreendente junto com um grupo de ecoativistas nada convencionais.
Ao embarcar para São Paulo, Anderson mergulhará de cabeça em uma aventura muito mais fantástica que as vividas em seu computador. Os encontros com hackers ambientalistas, ativistas com estranhos modos de agir e muitas criaturas folclóricas oferecerão a Anderson Coelho respostas não só sobre sua missão, mas também sobre sua própria vida, enquanto um novo mundo se descortina diante de seus olhos.



Resenha:




Anderson é um garoto mineiro, viciado em computador e games. Ele é o segundo melhor na lista do seu jogo favorito...
 Seu amigo de escola Renato também é viciado neste jogo,e em  um dia comum quando eles estão jogando o game com mais alguns garotos tentando vencer um monstro mestre. Um homem chamado, José da Silva Santos, começa a conversar com Anderson pelo chat do jogo ele lhe faz uma proposta de emprego, para ele morar em SP. Anderson,  acha isso muito estranho, ainda mais que este homem conhece o seu nome verdadeiro. Quando Anderson acredita que tudo acabou...
 No dia seguinte esse homem aparece em sua porta e fala que ele passou nas olímpiadas de matemática, sendo que Anderson é horrível em matemática, mas tudo são apenas  desculpas  para convencer os pais de Anderson a deixarem o seu filho ir para SP.
Contra a parede, Anderson é obrigado a ir para SP e seus pais insistem com muito orgulho a que ele vá.


Lá descobre muitas coisas e vive muitas aventuras....  Descobre um grupo de ambientalistas chamado "Organização" formado por crianças orfãos e por criaturas mágicas do folclore brasileiro. Anderson vai ter que ajudar este grupo a invadir uma empresa e hackear  seus computadores com um vírus. Eles querem que ele faça isso porque o que o presidente desta empresa faz é muito mal ao meio ambiente, e tem raiva das criaturas folclóricas e possue aprisionada em sua propriedade a mãe de ouro, que é uma criatura folclorica que produz ouro e quem a possue fica rico!! 
Anderson acaba se envolvendo muito com todos da organização e faz grandes amizades. Com Valentina (conhecida como Tina), uma garota muito esperta para a sua idade e lutadora, amante dos animais. Com Elis, Chris, Platão, Olavo....
Na Organização Anderson aprende muitas coisas, e acaba se sentindo em família com todos esses amigos. Muitas aventuras, e mistérios acontecem com ele e todos da organização, para tentarem tirar das mãos de Wagner Rios a Mãe de Ouro...


Realmente este livro me conquistou, num primeiro momento achei muito estranho o folclore brasileiro no livro, mas depois eu me toquei. Grande parte dos livros que eu leio de aventura são de mitologias: vampiros, lobisomens, mitologia grega, mitologia egipcia, entre outros tudo são mitos. Por que não criar uma estória baseada na mitológia do folclore, só por que é nacional? Conforme eu fui lendo o livro, a narrativa, os personagens e o folclore me conquistaram!! Todo aquele preconceito de inicio teve fim, começei a lembrar das estórias da minha infância, foi muito bom.
Além do autor criar uma aventura completamente inovadora, por traz da estória tem um lado muito educativo. O meio ambiente que nós humanos queremos ou não estamos destruindo... O livro é muito gostoso de ler com uma narrativa leve e divertida, e ao mesmo tempo tensa,  dei muitas risadas no começo e o li rapidamente para saber o que aconteceria nas próximas páginas!!
Uma obra muito boa, Felipe Castilho tem um sucesso em mãos, espero que esta série continue com estas diretrizes nos próximos livros,  estou super ansioso!!!
Recomendo a todos os tipos de leitores!! Leiam, vocês irão adorar!


Um pouco sobre o autor!

Felipe Castilho

Felipe Castilho nasceu em 1985, e desde então renasceu muitas outras vezes. Não gosta de cigarro, carne e pessoas que param no lado esquerdo da escada rolante. Ouro, Fogo & Megabytes é seu livro de estreia, o primeiro da série O Legado Folclórico, mas o autor também já publicou contos de humor, fantasia e ficção científica em obras coletivas, como a coletânea Alterego (Terracota, 2009). Ao contrário do protagonista
desta história, Felipe é péssimo em qualquer jogo de computador ou videogame. Com exceção de Super Mario Kart.




 Em breve vou entrevistá-lo e trago a entrevista para vocês!!
Gostaram galera?

Comentem muito!

David.H.S

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha de filme: O labirinto do Fauno

Resenha de filme: Os Outros

Resenha de Filme: A mão que Balança o Berço