Momento de reflexão: Guarde-me por R.S.Merces

Olá amigos!
Havia escrito na última postagem que iria ter muitas novidades. Uma delas é esta de hoje, uma nova coluna. Nesta coluna irei trazer poesias, contos, textos, crônicas...
De vários autores, tanto consagrados como iniciantes, que um dia  se tornaram consagrados.

E para iniciar esta coluna apresento a vocês. Uma linda poesia de autoria de Renan Merces!


Guarde-me

Sempre vou te amar, mas o mundo acaba hoje
As montanhas inóspitas regem ao vento
E não nos restará nada além da morte
Guarde consigo o beijo desse momento

Não olhe para mim, pois choro
Por favor,
Siga o seu caminho e lembre-se
Imploro

O céu não nos protege mais
A natureza revoltasse a cada passo humano
E o seu olhar teme a si mesmo
Não culpe-se, generalize aos demais

Declameis o seu amor enquanto é tempo
Não é a criação que acaba e sim
É o ser que aos poucos a torna obsoleta
Espere, não esvaísse assim


Autor: R.S.MERCES



Postagens mais visitadas deste blog

Resenha de filme: O labirinto do Fauno

Resenha de filme: Os Outros

Resenha de Filme: A mão que Balança o Berço